Déficit de abrigos nos pontos de ônibus chega a 1.500 na Região Metropolitana de Goiânia


O desrespeito de empresários e poder público com os usuários em Goiânia é tão grande, a ponto do gerente de planejamento da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) afirmar que para desembarcar dos ônibus os usuários não necessitam de abrigo, sendo obrigados a se sujeitarem à chuva e ao sol. Por outro lado, a reportagem afirma que é o vandalismo (pichações) que danifica os pontos, quando na verdade o que falta é manutenção por parte da CMTC e das empresas. Enquanto isso as empresas do consórcio RMTC obtém lucros milionários com a exploração do serviço. Até quando aceitaremos passivamente esta situação?

Déficit de pontos de ônibus cobertos na Grande Goiânia chega a 1.500 e não há previsão de construção de novos
Lyniker Passos, do O Hoje, 19/09/2012

Como se já não bastasse a superlotação do transporte coletivo de Goiânia, os passageiros têm de enfrentar a falta de abrigos cobertos nos pontos de ônibus. Milhares de pessoas ficam expostas ao forte sol e calor muito comum neste período do ano, que registra temperaturas superiores a 35º. Basta percorrer bairros da capital ou de cidades que integram a região metropolitana para observar o sofrimento de quem depende do transporte público. São homens, mulheres, idosos e crianças enfrentando o desconforto de locais sem cobertura e procurando abrigo do sol em marquises de lojas ou nas sombras mais próximas.

Segundo informações repassadas pelo gerente de planejamento de transporte da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Spiro Katopodis, existem 5.762 pontos de embarque e desembarque de ônibus distribuídos pelos 19 municípios que são considerados da região metropolitana. A maioria deles (58%) está em Goiânia, outros 21% em Aparecida de Goiânia; 6% em Senador Canedo; 5% em Trindade. No entanto, de todas essas paradas mais de 1,5 mil não possuem abrigo. Spiro defendeu que nem todos necessitam de cobertura e assentos, pois a CMTC os considera como apenas pontos de desembarque.

Os pontos de desembarque, na teoria, seriam aqueles que de fato o usuário não fica no local esperando o ônibus de sua linha. Mas o que acontece na prática é diferente. O gerente de planejamento da companhia de transporte disse que eles são considerados como desembarque a partir de uma análise da demanda. “São aqueles pontos em que a maioria não espera pra embarque, mas não significa que não aconteçam embarques”, afirmou. Por isso, ele ressaltou que seriam necessários apenas 800 abrigos cobertos.

A última vez em que pontos de ônibus receberam novas coberturas em Goiânia foi em 2008. Naquele ano pelo menos 1.850 abrigos foram instalados. Desde então, nenhuma outra licitação para contratação de empresa para manutenção e fabricação da estrutura foi se- quer iniciada. “Esse tipo de serviço só é executado com licitação, por enquanto, não temos previsão de outra”, relatou Spiros. A CMTC também não trabalha com produtos estocados para uma possível manutenção.

Vandalismo
Inaugurados há pouco mais de dois meses os pontos instalados no Eixo-Universitário, na Rua 10, no Centro, já foram pichados. Os mais antigos que estão na Praça Cívica estão visivelmente danificados. Na Avenida Araguaia, também na região Central, um ponto foi observado na tarde de ontem com o assento quebrado, fazendo com que os inúmeros passageiros esperassem a condução em pé.

Spiro alerta que é necessária a conscientização da população e dos próprios usuários para manter as estruturas em boas condições por mais tempo. “A manutenção se faz necessária, pois o povo não respeita”, reclamou. A reportagem percorreu alguns bairros de Goiânia na tarde de ontem e percebeu que as estruturas são danificadas com pichações. Além dos assentos quebrados, em outros as coberturas estão pendendo, trazendo insegurança para quem quer ficar debaixo para se proteger do sol.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s