Especialista sugere restrição ao uso de carro para melhorar mobilidade


De O Popular, de 25 de março de 2012 (domingo)

Cristina Cabral

Baixa velocidade e falta de qualidade afastaram usuários do transporte coletivo

O aumento dos congestionamentos e a diminuição da velocidade do transporte coletivo é uma das consequências de um desenvolvimento urbano que não primou pela sustentabilidade. E segue na contramão do conceito de cidade compacta, em que as necessidades de deslocamento são reduzidas.

Em Goiânia, houve nos últimos anos uma explosão da frota de automóveis e de motocicletas, por um lado, e a perda significativa de passageiros do transporte coletivo, por outro, elevando em 35% a taxa de motorização da população. Essas condições levam a um transporte público cada vez mais lento – média de 15 quilômetros por hora nos horários de pico – e a viagens cada vez mais longas para os usuários.

“A baixa velocidade dos ônibus e o maior tempo de viagem interferem na qualidade do serviço e expulsam os usuários da rede”, destaca a arquiteta e urbanista Fernanda Mendonça, especialista em transportes.

Restrição

Nesse sentido, de acordo com ela, o maior desafio a ser enfrentado pelos gestores é a restrição ao uso do automóvel. O que, segundo diz, deve ser propiciado não com medidas drásticas, como a implementação do pedágio urbano, mas com investimento em novos modelos de transporte público.

É o que demonstra também o estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento, que aponta as revisões dos projetos de implantação do BRT (Bus Rapid Transit) e do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) nos eixos Norte-Sul e Leste-Oeste, respectivamente, como medidas necessárias para atacar o problema.

Investimentos em sinalização, fiscalização eletrônica e em melhorias da acessibilidade, além de incentivo de outros modos de transporte, como a bicicleta, também estão entre as ações propostas para reduzir os problemas de mobilidade na capital.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s